Olá meus queridos!

Primeiramente gostaria de agradecer aos comentários, Paulo, obrigada pelas observações (quem se interessar volte no post de ontem e leia o comentario do Paulo, tem umas informações sobre algumas praias citadas que eu não sabia), Jessica obrigada por dizer que vai me mandar fotos do lugar que você foi! quero deixar claro que

se vocês moram em um dos lugares que to citando e quiser também me mandar observações ou mais conteúdo, fiquem a vontade!

 

Agora, com a ajuda do Férias Brasil mais uma vez, vou falar da região Centro Oeste do Brasil!

Goiás

(foto de Caldas Novas)

Principais Destinos:

Alto Paraíso de GoiásGoiâniaCaldas NovasPirenópolis

(no site há mais destinos para ir em Goiás)

Eu amei a descrição de todos os destinos citados no site *-* Mas o que me deixou com mais interesse de ir la foi o Alto Paraíso de Goiás.

O astral místico e as incontáveis belezas naturais da Chapada dos Veadeiros fazem de Alto Paraíso de Goiás um ponto de encontro de diversas tribos. Por lá, reúnem-se esotéricos, ecoturistas e aventureiros em perfeita harmonia – também, pudera! Em um cenário contornado por cânions gigantescos, paredões rochosos, rios cristalinos, cachoeiras, piscinas naturais e minas de quartzo, somente a paz pode reinar.

E vou falar um pouco também de nossa capital, Brasilia!

Em pleno deserto, pousa o traço do arquiteto e a profecia do santo torna-se realidade. A terra vermelha encontra o mais límpido azul. Vista do alto, parece um avião, com as asas abertas. Nesta enorme maquete habitada, as decisões da nação correm velozes em grandes avenidas, em suntuosos templos e igrejas, em construções futuristas e, ao mesmo tempo, a velocidade encontra a calmaria de grandes parques urbanos.

Brasília é a reinvenção da rosa dos ventos idealizada por dois gênios: Lúcio Costa e Oscar Niemeyer. Em 1955, o candidato à Presidência da República, Juscelino Kubitschek, lançou o slogan da campanha: “50 anos em 5”. Nascia, a meta de criar uma cidade para ser a capital do país. Para isso, foi organizado um concurso, que iria eleger o plano-piloto da nova capital. Em 1960, é inaugurado o arrojado projeto urbanístico de Lúcio Costa, arquiteto eleito com base na promessa política de JK, com construções assinadas por Oscar Niemeyer.

 

Mato Grosso

(foto da Chapada dos Guimarões)

Principais Destinos:

-Alta FlorestaCáceresRondonópolis

Baía de Siá MarianaChapada dos Guimarões S. Félix do Araguaia

Barão de MelgaçoCuiabá São José do Rio Claro

Barra dos GarçasPoconé

Também curti as descrições citadas no site sobre estes lugares, mas o que mais gostei foi a Barra do Garças.

O Parque Estadual da Serra Azul, um dos braços da mística Serra do Roncador, é a principal atração da cidade. Repleta de cachoeiras, trilhas, grutas, sítios arqueológicos, flora e fauna nativas, a reserva ocupa uma área de 11 mil hectares cercados de lendas e mistérios. Os passeios, que devem ser feitos com guias, levam ao Mirante do Cristo, local perfeito para apreciar o encontro dos rios Garças e Araguaia; e às cachoeiras da Maçonaria, do Cristal e do Pé-da-Serra, consideradas as mais bonitas.

Mato Grosso do Sul

(foto de bonito)

Principais Destinos:

AquidauanaDourados Porto Murtinho

BonitoLadário Tres Lagoas

Campo GrandeMirandaCorumbá

Ponta Porã

Amei quase todos os lugars também, mas vou comentar de um que me encantou com tamanha beleza, Bonito.

Bonito seria uma pacata cidadezinha do interior se, em meados dos anos 70, o peão de uma fazenda não tivesse descoberto um buraco no chão. Dentro do buraco de 72 metros de profundidade – batizado de abismo Anhumas – havia um imenso lago de águas cristalinas tomado por estalactites. Aos poucos, o tal buraco, a encantadora gruta da Lagoa Azul, as cachoeiras e os rios incrivelmente transparentes e repletos de peixes coloridos ganharam fama e infraestrutura turística, tornando a região, na década de 90, uma espécie de Disney ecológica. Cavernas e quedas d´água transformaram-se em pano de fundo para a prática do rapel; as matas foram cortadas por trilhas planejadas e circuitos de arvorismo; e os rios – verdadeiros aquários naturais graças ao calcário das rochas que contornam os leitos – viraram cenários para mergulhos autônomos e livres. E assim deverá continuar para sempre.

Espero que tenham gostado do guia de hoje!

 

Amanhã (sexta feira) vai ter guia do sudeste!

😉

bjsbjs.

 

 

 

Anúncios